quarta-feira, 27 de julho de 2011

Henrique Bandeira Vieira


Henrique Bandeira Vieira faz parte dos pilotos e das pessoas que admiro pela qualidade naquilo que produzem.
Como piloto, Henrique Bandeira Vieira guiou quase tudo o que havia no seu tempo, sobretudo Turismos, mas também outras coisas, como um Lotus Super Seven muito especial.

Imagem de Hélder de Sousa, com os 2 primeiros classificados na corrida inaugural do Autódromo de Luanda, em Maio de 1972, o próprio Hélder e Henrique Bandeira Vieira.

Imagem de João Coimbra com Henrique Bandeira Vieira a receber talvez a sua última medalha numa corrida. Foi em karts, no Kartódromo Internacional da Região Oeste (KIRO) , em Maio de 2008, no aniversário do Autódromo de Luanda.

Imagem de grupo do aniversário do Autódromo de Luanda, no KIRO. Foto de João Coimbra.

Por todo o lado, multiplicam-se as mensagens de reconhecimento a Bandeira Vieira, como este exemplo do Jornal de Negócios:

"... Nascido em Angola, o gestor, de 75 anos, teve uma vida profissional quase por inteiro dedicado ao sector dos petróleos e à empresa PetroFina, onde entrou em 1977 e de onde saiu 22 anos mais tarde, precisamente para liderar a Galp.

Formado em Engenharia de Minas pelo Instituto Superior Técnico, em 1958 e tirou um Master of Science em Engenharia dos Petróleos, pela Universidade de Stanford, em 1960. Em 1980 um MBA, pela Universidade de Boston. ..."

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Autódromo no Huambo?

Em finais dos anos 60, o Huambo ambicionava um autódromo. Seria uma obra polivalente, com capacidade para grandes corridas mas, acima de tudo, estruturada para as necessidades da região, com uma vertente importante como escola de pilotagem, tendo uma pista para karting.
O tempo passou e depois das guerras a ideia voltou.
À esquerda, a imagem do projecto, pela Associação dos Desportos Motorizados do Huambo, HDM.

segunda-feira, 11 de julho de 2011

1990, correr ao lado da guerra


Há mais de 2 anos, fiz este post com uma reportagem do "Volante" ao Rali Imavest, nos arredores de Luanda, em plena guerra civil não muito longe dali...

Desse mesmo ano e com quase todos esses mesmos carros, pilotos e co-pilotos, eis agora uma reportagem da RTP ao Rali Angola (limitado a Luanda) organizado pelo club "Os Persistentes".
É interessante vermos um Mazda 232 4WD ex Mevius que para lá foi nesse ano, um Toyota ... 1000 dos anos 60(!!!), vários Escort de várias gerações, incluindo um Gr4 ex-Bica, entre "jipes", "buggies", Grupos 4 de vária ordem e carros de todos os dias.

Uma ressalva para a fabulosa música tradicional em som de fundo da reportagem a esta prova "com cor", como assim a classifica um concorrente. Foi há 21 anos:


Counter